Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Anabela Mota Ribeiro

Miguel Veiga

13.11.16
“Não me apetecendo, não tendo o desejo, perdendo a minha autonomia, a minha liberdade, que é o factor para o qual tenho vivido toda a minha vida, e que me assegura a boa disposição ou o meu gosto de viver, pensei que me ia meter num buraco.” Isto era a propósito (...)

Elisa Ferreira (2015)

13.04.16
Elisa Ferreira é a coordenadora do grupo socialista no Parlamento Europeu. As suas áreas de trabalho têm sido Pacto de Estabilidade e Crescimento, banca e fiscalidade. A semana passada, em Lisboa, disse que é altura de os ministros das Finanças saírem de cena. E (...)

Dia do Pai

18.03.16
Houve um tempo em que estes homens e mulheres foram, sobretudo, os filhos dos seus pais. Aprenderam com eles, cresceram com eles, quiserem ser como eles. Amaram-nos, rebelaram-se. Procuraram neles a confirmação de quem eram. Vincaram as diferenças entre um e outro. (...)

Rui Moreira

04.03.16
É ainda o “jovem presidente da Associação Comercial do Porto”. É um homem rico que viveu com emoção e aflição não ter tido dinheiro no período revolucionário. É aquele que aprendeu a viver com frugalidade. É aquele que vive numa casa maravilhosa, Alvarez (...)

Pedro Norton

11.01.16
É um gestor que tem estados de alma. É um gestor que não se inibe de os confessar. É um gestor que seria infelicíssimo se passasse o dia a falar de números. É um gestor que aponta na agenda os filmes que passam na Cinemateca. Pedro Norton sentou-se na cadeira do (...)

Alfredo Marvão Pereira

17.09.15
Alfredo Marvão Pereira é economista. Um dos seus objectos de estudo é o investimento público. É professor do departamento de Economia do College of William and Mary nos Estados Unidos. Saiu de Portugal há muito. Olha-nos com optimismo. Há um ano participou na (...)

António de Almeida

10.08.15
E agora, António? Agora, ele tem 71 anos e já plantou árvores e fez filhos e escreveu um livro. Agora ele sabe que só fica enquanto dele tiverem memória. Que tem raízes e que deixa descendentes. As coisas que são do senso comum. O incomum: a barba que fazia ao pai, (...)